AMOR SEM LIMITES

Pode ser que você já tenha visto alguma notícia, foto ou comentário sobre a história de Jonh Uger. Se não viu, vale a pena conhecer um pouco mais desse homem que teve a oportunidade de amadurecer o conceito e o sentimento de amor com a ajuda de seu animal. 

Há uma frase anônima que diz: “O silêncio é mais seguro”. E foi nessa máxima e na condição natural de seu amigo cão, a de não poder falar, que John encontrou um caminho de salvação para a sua própria vida. Antes do termino de um noivado e depois de muitas visitas a diversas feiras de adoção, ele e sua companheira encontraram Schoep ainda filhote, isolado em uma gaiola e com sinais de maus tratos. A decisão foi unânime, aquele cão precisava ser amado. 

Fim do noivado e na divisão Jonh fica com o animal e assume que se não fosse a companhia e o amor do cão, ele não se recuperaria de uma profunda depressão: “Para ser honesto com você, eu não acho que eu estaria aqui se eu não tivesse Schoep comigo, que noite, ele só me tirou dela. Eu não sei como explicar isso. Ele só me tirou dela. Eu só quero fazer o que puder para este cão porque ele basicamente me salvou”.

O caso é que 19 anos depois o Shoep sofre com os os sintomas de uma artrite em estado avançado. Decidido a não abandonar o animal Jonh leva o cão todos os dias para dentro de um lago próximo a casa em que mora. A temperatura do lago é um perfeito relaxante muscular e somente lá, na água e nos braços de Jonh é que o Shoep consegue dormir. O tratamento contra as dores é muito caro, coisa que ele não teria como custear e a única solução para o cão seria a eutanasia. Impactado pela decisão Jonh pede a uma amiga fotógrafa, Hannah Stonehouse Hudson, que registrasse seus últimos momentos com Shoep no lago quando tudo mudou na vida dos dois. 

As fotos de John e seu amigo juntos no lago viralizaram pela internet despertando interesse e comoção em todo o mundo. Jonh e Shoep receberam doações de todas a partes para o tratamento contra a artrite e hoje o cão pode viver seus últimos anos de vida sem as tais dores.

A clínica que presta atendimento veterinário ao cão, Jonh e seus amigos foram literalmente esmagados pela generosidade de estranhos capazes de compadecer com a história dos dois. Hoje, não é somente o cão que está recuperado, Jonh também está aberto a um novo amor. Seria ele também um homem único?